Logotipo Da Fórmula de Gestão

Atuação Nacional

Empresa de Planejamento Financeiro

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Fórmula de Gestão(11)9.8834-4926
Fundador

Há uma grande satisfação emocional e obrigação moral nessa função. Álvaro, quando mais jovem viu seu pai falir duas empresas que foram bem sucedidas e tristemente o viu também sucumbir com a queda dos seus negócios. A impotência na época diante da situação o motivou a buscar aprender e investir em ser capaz de auxiliar os empresários que passam por momentos difíceis, momentos que podem atingir um estágio crítico.

Por isso, nosso CEO, Álvaro Marcos, acumulou conhecimento e experiências ao longo de 10 anos para tornar-se um especialista em gestão de empresas em crise.

Alvaro Marcos - Fundador da Fórmula de Gestão
Contato
Oportunidades

O planejamento financeiro é a maior chave para o sucesso de um empreendedor. Seu objetivo é ajudar o gestor a entender o quanto ele gasta, e pretende ganhar, com seu novo negócio, de modo a garantir que ele esteja sempre saudável. Então, neste post, entenda porque é tão importante contar com uma empresa de planejamento financeiro.

Porque o planejamento financeiro é importante?

A verdade, é que este aspecto da gestão empresarial não é apenas importante, mas sim essencial. Uma empresa que não tem um planejamento financeiro está exposta a um grande risco, assim como uma pessoa que jamais visita o médico ou faz todos os exames preventivos. Ou seja, conhecer as finanças da sua empresa é conhecer a sua saúde.

Por exemplo, um equívoco muito comum é que as empresas não vão à falência por não gerarem lucro. O maior motivo de falência é a falta de capital de giro. Este, é um capital que a empresa sempre tem em caixa e que usam para pagar as contas rotineiras.

No caso do capital de giro, a importância do planejamento financeiro se dá em dois aspectos. O primeiro é conhecê-lo. Seja em uma empresa nova ou já consolidada, é preciso saber o quanto de capital de giro é necessário para que a mesma se mantenha segura. Outro ponto importante é medir a movimentação financeira para garantir que o capital de giro se mantenha intacto.

Neste caso, é aplicado outro conceito importante: o fluxo de caixa. Este é a organização de tudo que entra e sai da empresa. Ou seja, tudo que é gasto e arrecadado. O ideal, é manter o recurso apenas no fluxo de caixa e deixar o capital de giro parado, apenas para casos em que seja extremamente necessário. Mexer neste capital é um jogo perigoso, caso não consiga recuperá-lo.

Não ter o capital de giro significa não poder pagar as contas e entrar em dívidas das quais é muito difícil se recuperar.

O peso estratégico do planejamento financeiro

Porém, este conceito não é apenas uma ferramenta de sobrevivência. O planejamento financeiro tem um enorme peso estratégico, sendo a base para qualquer ação que uma empresa venha a fazer. Sem ele, é impossível tomar as decisões corretas, ou pelo menos com o embasamento adequado. É mais um fator de risco ao qual uma empresa está exposta.

Para qualquer decisão, especialmente as maiores, é necessário fazer projeções financeiras, de modo a entender como as consequências podem impactar negócio, de maneira positiva ou negativa. Isso significa investir na hora certa, de modo a colher os melhores retornos e minimizar os riscos.

Como fazer o planejamento financeiro?

Para conseguir fazer o planejamento financeiro é preciso entender tudo que está acontecendo na empresa. É essencial entender pontos mais gerais, como o tempo de atuação no mercado, suas vantagens e fraquezas e até mesmo o impacto geral que a macroeconomia tem no negócio.

Este tipo de informação é vital para definir a precificação do negócio, por exemplo. É preciso ter um certo contexto em relação ao que está acontecendo a sua volta, de modo que não seja cobrado um valor irreal.

Em seguida, você pode colocar estas informações no papel. Neste caso, é possível usar uma planilha mais simples ou um software de gestão. Existem diversos modelos preparados para empresas de diversos tamanhos. Portanto, procure entre as soluções oferecidas e encontre a que mais faz sentido para o seu negócio.

Em seguida, é essencial organizar todos os seus gastos e despesas. Neste caso, uma empresa de planejamento financeiro pode ajudar a facilitar este processo. Portanto, confira como a nossa empresa funciona e como ela pode ajudar!

Organizando as finanças

O primeiro passo é fazer um processo investigativo. Ou seja, comece entendendo o quanto a empresa gasta a cada mês, de modo a compor um ano. Lembrando que é preciso contar com todos os gastos. Os recorrentes, os extraordinários e também os investimentos que sua empresa irá fazer.

Por isso que o planejamento financeiro não é feito no vácuo. Ele é uma ferramenta estratégica, pois deve acompanhar o planejamento da empresa em si. Na verdade, um é uma forma de viabilizar o outro.

Na outra ponta é preciso projetar e estimar os ganhos. Isso é feito com a construção de planos de venda, o modelo de precificação e as fontes de receitas. É um misto de estimativas para o futuro com um olhar em relação ao histórico. Por exemplo, sua empresa pode saber que em épocas como o natal sempre existe um aumento nas vendas.

Com ambas estas informações existe um contexto muito maior de todas os dados financeiras da empresa.

Mas, é claro que o futuro é incerto. Por exemplo, uma crise financeira decorrida de um acidente ou de uma mudança no cenário político pode afetar qualquer negócio. Enquanto é impossível se preparar para tudo, você pode fazer o planejamento em 3 pilares, o otimista, o realista e o pessimista. O mais provável é que o meio seja o que irá acontecer, mas se preparar para os outros pode evitar surpresas ou preparar seu negócio para aproveitar grandes oportunidades.

Colocando o planejamento em prática

Uma vez que as informações estejam apuradas, é o momento de traçar o plano financeiro para o próximo ano. Primeiramente, o maior objetivo é estratégico, ou seja, elaborar objetivos para a empresa baseados na expectativa financeira da mesma.

Por exemplo, se os resultados projetam para serem negativos, pode ser tomada uma decisão estratégica de cortar custos, caso contrário, é preciso ter um plano de como investir um retorno positivo.

Em seguida, é preciso pensar em um plano tático. Ou seja, quais são as ações que serão feitas para chegar neste objetivo? Procurar uma negociação ou troca de fornecedor? Abrir uma nova unidade? O importante é que as ações sempre estejam contextualizadas em relação às projeções.

Por fim, não esqueça de medir os resultados durante o ano. Continue documentando todos os ganhos e perdas, de modo a investigar o volume de ambos. Se tudo estiver de acordo com a projeção, a empresa está no caminho certo, caso não, é importante analisar o que está acontecendo, entender o motivo e atualizar o planejamento. Por isso, esta é uma tarefa que deve ser constante.

O planejamento financeiro é essencial para qualquer empresa e, apesar de parecer, não é complexo. Mesmo assim, é bom contar com alguma ajuda. Então, conheça nossa empresa de planejamento financeiro e entenda como podemos ajudar seu negócio.

Alguns De Nossos Vídeos No Youtube
Recuperação Judicial da Kodak
Recuperação Judicial da Chrysler
Recuperação Judicial da Kmart

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!