Logotipo Da Fórmula de Gestão

Atuação Nacional

KPI Key Performance Indicator

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Fórmula de Gestão(11)9.8834-4926
Fundador

Há uma grande satisfação emocional e obrigação moral nessa função. Álvaro, quando mais jovem viu seu pai falir duas empresas que foram bem sucedidas e tristemente o viu também sucumbir com a queda dos seus negócios. A impotência na época diante da situação o motivou a buscar aprender e investir em ser capaz de auxiliar os empresários que passam por momentos difíceis, momentos que podem atingir um estágio crítico.

Por isso, nosso CEO, Álvaro Marcos, acumulou conhecimento e experiências ao longo de 10 anos para tornar-se um especialista em gestão de empresas em crise.

Alvaro Marcos - Fundador da Fórmula de Gestão
Contato
Oportunidades

Para ter uma estratégia bem-sucedida existe um aspecto que é fundamental: acompanhar frequentemente a performance das ações que foram e estão sendo colocadas em prática. No geral, isso faz toda a diferença para saber o que está ou não funcionando.

É exatamente nesse sentido que surge o famoso KPI (Key Performance Indicator) – ou Indicador-Chave de Desempenho. Caso ainda não saiba, esse indicador tem como principal função medir os resultados das estratégias adotadas por um determinado negócio.

Levando isso em consideração, portanto, é fundamental entender, de fato, o que é o KPI (Key Performance Indicator), quais são as suas principais características, como escolher os melhores indicadores para sua empresa, entre outras coisas importantes.

A boa notícia é que todas essas informações você encontra ao longo deste conteúdo. Então, continue a leitura e saiba mais!

Mas, afinal, o que é KPI (Key Performance Indicator)?

Como explicado antes, um KPI (Key Performance Indicator) é um indicador utilizado com o objetivo de acompanhar a performance de uma estratégia e, assim, verificar se ela está de fato funcionando da maneira esperada, alcançando as metas que foram definidas previamente.

O KPI, portanto, é um valor quantitativo capaz de possibilitar que uma empresa meça os resultados daquilo que está sendo executado, adequando algumas questões se necessário.

Sendo assim, uma gestão de KPIs, por exemplo, nada mais é do que a definição desses indicadores-chave e do acompanhamento correto de cada um deles.

Principais características de um bom KPI (Key Performance Indicator)

Uma das principais características de um bom KPI (Key Performance Indicator) está diretamente relacionada ao fato de que ele indicador precisa refletir resultados que um negócio está atingindo com todo o tempo e o dinheiro investido em um processo.

Contudo, existem várias outras características por trás de um bom KPI (Key Performance Indicator). Veja algumas delas logo abaixo:

- Ser mensurável e confiável;

- Ter relevância e refletir objetivos e metas da empresa;

- Ser fácil de compreender ou rápido de ser explicado;

- Ter importância para o negócio;

- Auxiliar durante a tomada de decisões;

- Ter periodicidade.

Tipos de KPI (Key Performance Indicator)

Em linhas gerais, existem inúmeros KPIs importantes e que podem ser utilizados pelas empresas. Todavia, é necessário primeiramente analisar o caso do seu negócio em específico a fim de saber qual indicador é capaz de mensurar os resultados que você precisa.

Nesse sentido, para facilitar essa escolha, a seguir será possível entender quais são os três principais tipos de KPI (Key Performance Indicator) existentes. Acompanhe.

KPIs primários

Basicamente, os KPIs primários são os principais para as metas da empresa e indicam se ela está ou não ganhando dinheiro por meio das ações que estão sendo colocadas em prática.

Grande parte dos indicadores desse tipo está ligada às estratégias de Marketing Digital. Custo de aquisição de leads, tráfego, taxa de conversão, receita por compra e receita total são alguns exemplos de KPIs primários.

KPIs secundários

Já os KPIs secundários são aqueles um pouco mais específicos, responsáveis por mostrarem mais detalhes de uma ação que está sendo colocadas em prática.

Um dos principais objetivos desse tipo de KPI (Key Performance Indicator) é reforçar os indicadores primários, mostrando como eles estão sendo atingidos.

Alguns exemplos são: visitas recorrentes no site, custo por lead em cada estágio do funil, custo por visitante, assinantes do blog, assinantes da newsletter, origem do tráfego, preço médio por transação, entre outros.

KPIs práticos

Por sua vez, os KPIs práticos são ainda mais detalhados em comparação aos secundários. Lembrando que para acompanhá-los primeiro é preciso analisar os dois anteriores. Além disso, esse não é um tipo de indicador tão importante para verificar os ganhos financeiros de uma estratégia – o KPI (Key Performance Indicator) funciona muito bem para isso.

De qualquer forma, alguns exemplos de KPIs práticos são: palavras-chave mais pesquisadas, interações sociais, páginas/visita, conteúdos mais visitados, visitantes novos x recorrentes, e assim por diante.

Para tirar suas dúvidas mais específicas, de maneira clara e direta, entre em contato com nossa equipe agora mesmo.

Como escolher os melhores KPIs para sua empresa?

Em primeiro lugar, tenha em mente que durante o processo de escolha dos melhores indicadores para a sua empresa é preciso considerar a meta a ser atingida e, a partir disso, analisar como será possível medi-la.

Uma dica, por exemplo, é definir cada KPI (Key Performance Indicator) de acordo com o ramo de atuação e o tamanho do negócio e também com as partes internas e externas interessadas.

É realmente fundamental ter bastante atenção no momento de escolher os indicadores que serão utilizados, uma vez que KPIs mal definidos, por exemplo, podem acabar gerando decisões e análises equivocadas.

Sendo assim, é essencial sempre investir em indicadores capazes de refletir tanto as estratégias quanto a realidade da companhia e que realmente forneçam dados estratégicos para o acompanhamento das ações.

Nunca se esqueça de que por meio do KPI (Key Performance Indicator) é possível ampliar a visão da empresa e, assim, pensar de uma maneira unificada em todas as partes envolvidas. Tudo com o objetivo de alcançar as metas estabelecidas e melhorar cada vez mais as estratégias.

Etapas para a gestão de KPIs

Todos os indicadores necessários foram definidos? Então agora chegou o momento de entender como fazer a gestão dos KPIs para o negócio realmente decolar. Existem, ao todo, seis etapas para esse processo, sendo elas:

- Alinhar o KPI (Key Performance Indicator) com o planejamento estratégico;

- Determinar as metas a serem atingidas;

- Definir os indicadores;

- Acompanhar a performance;

- Corrigir os erros e os desvios;

- Melhorar as ações sempre que possível e viável.

Analisando os KPIs (Key Performance Indicators)

Para finalizar, lembre-se de que saber ler e interpretar cada KPI (Key Performance Indicator). Ou seja, não basta apenas definir os indicadores e pronto. Na verdade, uma das etapas mais importantes é analisar os resultados que foram obtidos.

A interpretação correta dos dados é essencial, por exemplo, para analisar se determinada estratégia funcionou ou não e o que pode ser mantido ou deve ser alterado da próxima vez.

KPI Industrial

Diante da competitividade do mercado, as indústrias precisam traçar as melhores estratégias e metas para sua gestão, garantindo os resultados organizacionais. Os KPIs (Key Performance Indicator), são métricas de desempenho de processos e pessoas, que ajudam a transformar as informações de uma indústria em planejamento estratégico.

A gestão feita com base em indicadores é hoje o principal meio para otimizar os processos industriais internos e avaliar o posicionamento no mercado.

Além de medir a produtividade e a lucratividade dos negócios, o KPIs industrial permite análises ainda mais complexas, como de:

- Custos ambientais;

- Receitas de parceiros e novos produtos;

- ROI de novas tecnologias.

Na chamada Indústria 4.0, a informação tornou-se chave para entender e ampliar o sucesso de uma empresa. As métricas de desempenho escolhidas por uma organização conduzirão ações futuras, com base nos resultados obtidos em processos atuais.

Para isso, os gestores dos diferentes departamentos da indústria precisam definir as métricas mais relevantes a serem avaliados no momento.

Neste post, apresentamos a importância dos KPIs para o alcance dos objetivos comerciais do seu negócio, os índices mais utilizados na gestão industrial e as etapas de definição dos melhores indicadores para a sua empresa.

Dúvidas sobre as ferramentas de apoio para recuperação da sua empresa? Acesse o site e conheça nossos serviços.

O que são KPIs?

São dados numéricos objetivos, como por exemplo, taxas, percentuais, índices, e de fácil interpretação, que permitem aos gestores industriais medir a performance dos processos de produção e vendas, de maneira confiável.

Essas informações revelam também o desempenho individual dos colaboradores e das equipes como um todo. Dessa forma, os KPIs também ajudam a gerenciar as rotinas de trabalho de uma indústria.

Por fim, esses indicadores medem quantitativa e qualitativamente o posicionamento da indústria no mercado e serão o ponto de partida para novas estratégias e para incluir as melhorias necessárias nos procedimentos já realizados internamente.

Importância dos KPIs para o setor

Já entendemos que os indicadores numéricos ajudam a avaliar o desempenho das etapas de produção e dos colaboradores envolvidos em cada uma delas. Eles também podem medir o desempenho das máquinas e equipamentos utilizados nas linhas de fabricação.

Mas existem outras vantagens que valem a pena ser listadas:

- Identificar gargalos e desperdícios na produção;

- Identificar problemas de gestão e oportunidades futuras;

- Otimizar a rotina de trabalho;

- Focar em decisões estratégicas assertivas, eliminando ações com pouco ou nenhum resultado prático;

- Comunicação interna, onde os gestores conseguem transmitir a missão da empresa para todos os colaboradores, engajando-os com os objetivos estratégicos.

Etapas de definição dos objetivos e melhores KPIs

Antes de escolher as métricas de desempenho a serem avaliadas, os gestores industriais precisam responder às seguintes perguntas:

- Qual o resultado desejado e por que ele é importante?

- Como esse resultado será medido e qual será a frequência para rever seu progresso?

- Quem será o responsável pelo processo?

Os KPIs mais adequados serão avaliados de acordo com os objetivos do negócio, que podem ser:

- Melhoria das estruturas de custo;

- Aumentar a utilização de ativos;

- Melhorar o rendimento;

- Eficácia das operações fabris;

- Entre outros.

KPI industrial

Conheça os principais KPIs utilizados na gestão industrial:

1. Time to Market

Avaliação do tempo que o produto leva para se inserir de maneira oficial no mercado, englobando etapas da conceituação até o início das vendas.

2. Lead Time

Tempo de duração de cada processo interno da indústria.

3. Stock Out

Frequência com que cada produto se esgota e avaliação da relação demanda-oferta.

4. Market Share

Participação de um produto no mercado e o tempo levado para ocupar esse espaço.

5. Ticket Médio

Índice baseado no valor das vendas totais divididas pelo número de vendas.

6. Mean Time Between Failures (MTBF)

Tempo médio entre as falhas dos equipamentos operacionais.

7. Mean Time To Repair

Tempo médio entre as intervenções necessárias no processo de produção, como reparos.

Sistemas tecnológicos de gerenciamento de KPIs

Para que todas essas informações sejam transformadas em ações e futuramente em lucro, as indústrias precisam contar com softwares que otimizem os processos de levantamento e análise dos dados e que integrem a comunicação entre os departamentos.

Isso permitirá diagnósticos finais mais aprofundados e com maior chance de resultado.

Conclusão

A Tecnologia da Informação revolucionou o mercado industrial, transformando as maneiras de coletar, analisar e converter dados em planos de ação.

Com o surgimento dos índices de desempenho, erros cometidos durante os processos de produção puderam ser revertidos em oportunidade e as tomadas de decisão por parte dos donos e gestores tornaram-se mais assertivas.

Por isso, invista em KPIs confiáveis para avaliar prever resultados e organizar os planejamentos futuros do seu negócio.

Quer saber mais sobre as novidades no setor industrial e mercado financeiro? Leia no site!

Alguns De Nossos Vídeos No Youtube
Recuperação Judicial da Kodak
Recuperação Judicial da Chrysler
Recuperação Judicial da Kmart

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!