Logotipo Da Fórmula de Gestão

Atuação Nacional

Investigação Empresarial

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Fórmula de Gestão(11)9.8834-4926
Fundador

Há uma grande satisfação emocional e obrigação moral nessa função. Álvaro, quando mais jovem viu seu pai falir duas empresas que foram bem sucedidas e tristemente o viu também sucumbir com a queda dos seus negócios. A impotência na época diante da situação o motivou a buscar aprender e investir em ser capaz de auxiliar os empresários que passam por momentos difíceis, momentos que podem atingir um estágio crítico.

Por isso, nosso CEO, Álvaro Marcos, acumulou conhecimento e experiências ao longo de 10 anos para tornar-se um especialista em gestão de empresas em crise.

Alvaro Marcos - Fundador da Fórmula de Gestão
Contato
Oportunidades

Investigação empresarial é um processo crucial para diversas marcas, dentro das mais diversas situações. Através desse processo, é possível fazer a coleta de uma série de informações, tanto internas como externas, que podem ser muito valiosas para os líderes.

Existem inúmeras situações em que isso é importante, podendo ser caso uma empresa queira comprar outra, ou quando se quer descobrir algo sobre os colaboradores e sua relação com a organização. Então, continue lendo o post e entenda tudo sobre investigação empresarial.

O que é investigação empresarial?

Como mencionado acima, a investigação empresarial ocorre quando uma empresa precisa recolher algum tipo de informação, seja interna ou externa. Espionagem corporativa, por exemplo, é um problema bem grave e recorrente, em que os concorrentes buscam alguma forma de recolher informações de uma marca.

Além disso, pode ser que ocorra um vazamento de dados, e-mails de Comunicação Interna e, até mesmo, de dinheiro. Então, o objetivo da investigação empresarial é encontrar de onde vieram as vulnerabilidades.

O que pode levar a uma investigação empresarial?

Existem, basicamente, dois momentos em que são feitas as investigações criminais. Primeiro, é quando a gestão percebe que existe algo de errado. Nesse sentido, os motivos são inúmeros, como já citamos acima.

Porém, nem sempre a empresa percebe que existe algo de estranho acontecendo, já que esse tipo de ato não é feito com as portas abertas. Por isso, o ideal é fazer esse trabalho de forma recorrente, pois apenas assim é garantido que a empresa está totalmente protegida.

Casos mais comuns que são encontrados por investigação empresarial são:

  • Espionagem industrial;
  • Prejuízos sem um motivo claro ou que faça sentido;
  • Fraudes, chantagens e extorsões contra colaboradores e gestores;
  • Furtos ou desvios de materiais e dinheiro;
  • Funcionários desleais que vendem segredos da marca.

Como é feita a investigação empresarial?

Para descobrir os vestígios de algum desses problemas, a investigação empresarial é conduzida por um detetive particular. Afinal, esse profissional tem conhecimento técnico sobre as práticas mais comuns.

Portanto, é preciso ser honesto e aberto com o detetive. Ele precisa entender quais são as suas desconfianças, de modo a já ter um certo norte de por onde iniciar a investigação.

Em seguida, irá empregar diversas técnicas para determinar se a desconfiança faz sentido e qual é a origem do problema.

Uma técnica importante é a contra espionagem. Por meio desse processo, o detetive faz uma inspeção nos equipamentos da empresa, de modo a procurar por aparelhos de espionagem. Esse processo é importante, já que esse problema é bem mais comum do que parece.

Ainda no aspecto técnico, o detetive também vai avaliar a intranet da empresa, de modo a verificar se existe algum dispositivo ou vírus que age como espião, recolhendo e repassando informações. Como essa questão é um pouco mais técnica, vai trabalhar de perto com a equipe de TI, além possivelmente trazer um auditor próprio.

Outra tática comum usada pelos detetives é se passar por um novo funcionário. Assim, ele pode se aproximar dos colaboradores da empresa, de modo a reconhecer se alguém apresenta um comportamento fora do normal. Esse processo é conhecido como infiltração.

Existe uma alternativa semelhante a anterior, com a diferença que o detetive não precisa se expor a empresa. Com o monitoramento da Comunicação Interna, são usados rastreadores de carros, aplicativos de espionagem no celular, câmeras e escutas. O objetivo é usar essas estratégias para recolher informação.

Um processo comum em praticamente qualquer investigação empresarial é seguir o dinheiro. Ou seja, o detetive junto com um auditor contábil, irá analisar as contas a pagar e receber, o balanço contábil e diversas outras informações sobre o negócio.

Nesse caso, assim como no aspecto tecnológico, é comum que o investigador traga sua própria equipe. Afinal, nunca se sabe quem pode estar envolvido nos problemas pelos quais a empresa está passando.

Todas estas técnicas, e qualquer outra que seja empregada, têm o objetivo de reunir informações e provas, de modo a confirmar ou provar as suposições não existem. Assim, é possível encontrar o que existe de errado na empresa.

O que acontece depois de uma investigação empresarial?

Dependendo do resultado da investigação empresarial, existem diversas ações que podem ser feitas. Caso seja comprovado que foi feita alguma ação para prejudicar a organização, a equipe de Recursos Humanos pode proceder com a demissão do responsável.

Em certos casos, pode ser até mesmo que seja cabível uma ação judicial para que os envolvidos paguem pelo prejuízo causado a organização.

Qual é o papel da assessoria jurídica durante a investigação criminal?

Um papel importante da investigação empresarial é a assessoria jurídica. Não importa qual é o motivo ou o que acontecerá em seguida, é preciso contar com advogados experientes e conhecedores da lei durante todo o processo.

Primeiramente, os advogados vão garantir que a investigação acontece dentro dos parâmetros legais. Por exemplo, ela estabelece os limites em relação à privacidade de todos os envolvidos. Também pode apresentar forma de abordar os suspeitos com segurança jurídica.

Por outro lado, o advogado também é importante para recolher as provas e ajudar a empresa a construir um caso, se o resultado da investigação for uma ação judicial.

Complementando esses objetivos, a assessoria jurídica também ajuda a conduzir o comportamento do detetive. Se ele agir com uma conduta negativa, pode prejudicar o andamento da investigação ou mesmo resultar em contra processos.

Quais são os princípios da investigação empresarial?

Para ajudar tanto a empresa contratante quanto o profissional responsável pela investigação, a assessoria jurídica envolvida irá buscar garantir que os 5 princípios da investigação empresarial são cumpridos.

O princípio da legalidade garante que todos os procedimentos para investigação, assim como os meios usados para a mesma, são legais de acordo com a legislação. Como vimos acima, esse princípio é crucial.

Também é seguido o princípio da moralidade. Por meio dele, são seguidos os sensos comuns de honestidade, respeito, boa fé e ética. Ou seja, além de um ato legal a investigação também deve ser positiva e respeitosa do ponto de vista da moral.

Outro princípio importante é o da impessoalidade. Com ele, a investigação busca tratar todos com respeito, garantindo uma atribuição igual a todos os envolvidos. É claro que a investigação é feita pela empresa e busca resolver seu problema, mas isso não significa que os direitos do outros serão esquecidos.

O quarto princípio é o da segurança da informação. Durante o processo, é provável que sejam encontradas informações sobre os envolvidos. Logo, é crucial que as mesmas tenham acesso restrito somente a quem realmente precisa conhecê-las, de modo a preservar sua confiabilidade e integridade.

Por fim, o último princípio é o da eficiência. Com ele, o profissional tomará os cuidados necessários para ter a investigação mais eficiente possível, durante todo o processo. Isso inclui um planejamento adequado, os meios específicos e a preservação dos direitos de todos os envolvidos.

Como evitar ser vítima de fraudes e outros tipos de problema?

Investigação empresarial também vai atuar no sentido de proteger sua empresa contra futuros possíveis problemas. Ou seja, se é identificado que existe um problema na empresa, ele vai trabalhar para evitar que ele ocorra novamente. O detetive ou a assessoria jurídica podem ajudar a eliminar aquela vulnerabilidade.

Além disso, existem algumas dicas que podem ajudar a empresa a evitar cair em fraudes e impedir a necessidade de contar com a investigação. A primeira é sempre ter bastante cuidado e investigar bem todas as ofertas de negócio que sua empresa recebe. Uma regra simples é que se um negócio é bom demais para ser verdade ele geralmente é.

Uma dica importante, e óbvia, é apenas fazer negócios com empresas cuja reputação é conhecida. Além disso, nenhum contrato ou documento deve ser assinado sem que um advogado o estude de forma bem minuciosa.

Qual é a diferença entre a investigação empresarial e criminal?

Evidentemente, existe uma grande diferença entre esses dois modelos de investigação. Quando a mesma é realizada pela polícia, o objetivo principal é apurar crimes encaminhá-los para a justiça.

Por conta disso, existem ferramentas que a polícia tem a sua disposição, como a possibilidade de fazer interrogatórios, realizar prisões, e até mesmo a quebra de sigilo, desde que seja autorizada por um juiz.

Já a investigação empresarial, tem uma série de limitações. Um bom parâmetro é a Lei 13.432, que traz algumas definições do que faz esse detetive. Segundo o artigo 2° é um profissional que usa o conhecimento técnico para coletar informações não criminais, de modo a satisfazer o interesse do contratante. No caso, a empresa.

Como vimos acima, dependendo do resultado da operação, pode ser conduzida uma investigação criminal, se isso for cabível.

Conclusão

Como se observou acima, a investigação empresarial é um direito da empresa que pode ser crucial para detectar problemas que podem ser bem graves para a organização. Por isso, é um processo que deve ser feito com todo cuidado.

Normalmente, ele é executado por um detetive particular, mas pode ser feito também pelos próprios funcionários da empresa, ou uma combinação de ambos. Contudo, não importa quem seja o responsável, é crucial a presença de advogados e assessoria jurídica para fazê-la.

Alguns De Nossos Vídeos No Youtube
Recuperação Judicial da Kodak
Recuperação Judicial da Chrysler
Recuperação Judicial da Kmart

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!