Logotipo Da Fórmula de Gestão

Atuação Nacional

Preciso De Um Investidor Para Minha Empresa Urgente

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Fórmula de Gestão(11)9.8834-4926
Fundador

Há uma grande satisfação emocional e obrigação moral nessa função. Álvaro, quando mais jovem viu seu pai falir duas empresas que foram bem sucedidas e tristemente o viu também sucumbir com a queda dos seus negócios. A impotência na época diante da situação o motivou a buscar aprender e investir em ser capaz de auxiliar os empresários que passam por momentos difíceis, momentos que podem atingir um estágio crítico.

Por isso, nosso CEO, Álvaro Marcos, acumulou conhecimento e experiências ao longo de 10 anos para tornar-se um especialista em gestão de empresas em crise.

Alvaro Marcos - Fundador da Fórmula de Gestão
Contato
Oportunidades

Muitos empreendedores brasileiros não possuem capital suficiente para tirar suas ideias do papel. Existe a possibilidade de recorrer ao sistema bancário para conseguir recursos através de empréstimos, mas em geral os juros cobrados são muito altos e o negócio acaba não suportando.

Se o empréstimo bancário não é uma solução viável para você, sempre há a saída de buscar um investidor que tenha interesse em injetar dinheiro em seu negócio. Além dos recursos financeiros, os investidores costumam ainda a ajudar na gestão de sua empresa.

Por isso que a flexibilidade é um ponto forte do contrato com o investidor. É preciso que os empreendedores estejam dispostos a dividir planos, tarefas e informações com aquele que quiser investir em sua empresa. No entanto, antes de buscar um investidor que tenha interesse em injetar capital em sua empresa, tenha em mente que primeiro é preciso ter um plano de negócio muito bem estruturado.

Esse post irá mostrar como conseguir investimento para seu empreendimento, quais são os tipos de investidores, entre outros assuntos pertinentes. Leia para saber mais:

Tipos de investidores

Os investidores costumam ser classificados pelo estágio de capital de risco. Aqueles que costumam buscar empresas iniciantes, chamados investidores-anjo, costumam investir entre R$ 50 mil e R$ 500 mil.

O segundo estágio, chamado de investidor de seed capital, injeta de R$ 500 mil até R$ 2 milhões em um negócio que esteja mais consolidado, que tenha produtos e clientes definidos.

No terceiro estágio estão os fundos de venture capital. Eles costumam investir até R$ 10 milhões em empresas que já tenham o faturamento na casa dos milhões.

Além dos investidores-anjo, do seed capital e do venture capital, você pode conseguir investimentos através de:

1. 3 Fs: esses Fs são a sigla em inglês para “amigos, família e doidos”, que é uma forma de investimento muito comum no Brasil. Muitas vezes, não é possível arrecadar muito dinheiro com essas pessoas. Mas isso pode ser bom para testar se seu empreendimento tem potencial de se manter no mercado.

2. Private equity: esses são fundos maiores, que tem como foco grandes empresas que faturam mais de R$ 100 milhões ao ano. Em geral, procuram empreendimentos que estejam em processo de consolidação no mercado. Isso com o objetivo, muitas vezes, de prepará-las futuramente para abrir seu capital na bolsa ou para realizar aquisições e fusões.

3. Incubadora: se o seu empreendimento for uma startup que ainda esteja prematura e precisando ser lapidada antes de receber um aporte de recursos, é através de uma incubadora que você consegue isso. Elas são ligadas a universidades e instituições de ensino que dão apoio aos empreendedores iniciantes.

4. Aceleradora: elas são um tipo de evolução das incubadoras. As aceleradoras escolhem startups que acreditam que tenham grande potencial de crescimento e oferecem um apoio financeiro, de estrutura, de consultoria e de treinamento em troca da participação no seu capital. No Brasil existe uma série de aceleradoras, como a Oxigênio, da Porto Seguro, por exemplo.

Mas os diversos tipos de investimento externo não param por aí. Existe também o sócio, o empréstimo, o crowdfunding, etc. Sendo assim, para escolher qual é o melhor tipo de investimento para o seu negócio, é necessário fazer uma análise de qual opção é a mais viável para você.

A escolha do melhor investidor para seu negócio

Depois de escolher qual a forma de investimento ideal para seu negócio, faça uma pesquisa sobre quem seriam os possíveis investidores que se interessariam por ele.

Empresas ainda muito pequenas e inovadoras, por exemplo, tem como uma boa opção procurar uma subvenção econômica. Existe o programa PRIME da FINEP, que empresta recursos para esses empreendedores. Em muitos casos, nem é preciso devolver o dinheiro.

Existem ainda grupos investidores que procuram negócios inovadores no Brasil para compor seus portfólios. Eles podem ser uma saída para essas empresas.

A importância do plano de negócios

Quando seu empreendimento possui um plano de negócios bem elaborado e completo, fica mais fácil conquistar um investidor. Assim, na hora de apresentar sua ideia, você irá passar mais credibilidade ao investidor e tornará seu negócio bem mais atrativo.

É através do plano de negócios que o futuro investidor verá com mais clareza todo o planejamento da sua empresa. Irá também entender como é o processo organizacional e o seu funcionamento. Desta maneira, ele pode prever em quanto tempo as decisões que serão tomadas para o crescimento do negócio poderão ter efeito.

Um plano de negócios precisa conter:

· Variáveis de marketing – público alvo, produto, distribuição, preço e comunicação;

· Projeções financeiras – quais os custos com capital humano, fixos, de produção e variáveis;

· Levantamento sobre a concorrência;

· Pontos fracos e fortes;

· Valores, visão e missão da organização;

· Ameaças e oportunidades;

· Quais são os diferenciais em comparação com a concorrência, entre outros.

Como conquistar um investidor?

Não é fácil convencer um investidor que ele deve injetar recursos em seu negócio. Pode ser que seja preciso que você defina seu plano de negócios para um investidor em um minuto, ou que tenha que prender a atenção de um deles em um evento repleto de startups. É preciso estar preparado para qualquer tipo de situação se quiser conquistar um investidor.

O discurso do vendedor (pitch, em inglês) tem que ser claro, curto, contar a história do empreendimento, mostrar como sua ideia pode trazer a solução para algum problema e como ela pode ser atrativa financeiramente para o investidor. Tudo isso tem como objetivo conseguir mais tempo, depois desse primeiro minuto de apresentação, para conversar com os investidores e apresentar melhor sua ideia.

Procure destacar sua ideia

Usando o discurso conciso e bem treinado, o empreendedor consegue aumentar as chances de segurar a atenção de um ou mais investidores. Mas para que o relacionamento seja consolidado, se fazem necessárias algumas características.

Uma delas é o perfil empreendedor, que pode ser demonstrado na capacidade de transformar suas ideias em negócios. Isso faz com que os olhos dos empreendedores brilhem.

Outras formas de destacar seu negócio são equipes profissionais muito bem formadas, bons resultados, produtos que se destacam, afinidade com o mercado e potencial de crescimento.

Quando buscar investimento?

Não é aconselhável procurar investimentos para seu empreendimento a qualquer momento. O ideal é buscar recursos no início, quando não for viável insistir por conta própria, quando se faz necessária a aceleração do negócio ou quando há a necessidade de expansão.

Alguns De Nossos Vídeos No Youtube
Recuperação Judicial da Kodak
Recuperação Judicial da Chrysler
Recuperação Judicial da Kmart

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!