Logotipo Da Fórmula de Gestão

Atuação Nacional

Fórmula De Índices De Liquidez E Endividamento Empresarial

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Fórmula de Gestão(11)9.8834-4926
Fundador

Há uma grande satisfação emocional e obrigação moral nessa função. Álvaro, quando mais jovem viu seu pai falir duas empresas que foram bem sucedidas e tristemente o viu também sucumbir com a queda dos seus negócios. A impotência na época diante da situação o motivou a buscar aprender e investir em ser capaz de auxiliar os empresários que passam por momentos difíceis, momentos que podem atingir um estágio crítico.

Por isso, nosso CEO, Álvaro Marcos, acumulou conhecimento e experiências ao longo de 10 anos para tornar-se um especialista em gestão de empresas em crise.

Alvaro Marcos - Fundador da Fórmula de Gestão
Contato
Oportunidades

Para saber a real situação de endividamento de uma empresa é preciso analisar diversas situações. Esse é o objetivo dos índices de liquidez. Essas fórmulas ajudam a compreender se a instituição têm condições de arcar com seus compromissos.

Esse tipo de equação matemática envolve diferentes dados da empresa, como os ativos, estoques, contas a receber e gastos com financiamento. É através da relação entre essas informações que o nível da saúde financeira da empresa é medido.

Índices de Liquidez

De uma forma geral, os índices de liquidez são tipos de indicadores financeiros. Suas fórmulas têm como principal objetivo dizer se a empresa possui os recursos necessários para ser capaz de cumprir com suas obrigações com terceiros.

A capacidade de pagamento de uma empresa tem relação direta com seu endividamento. Quanto menor a capacidade de pagamento, maior será o nível de endividamento. Dessa forma, a capacidade de pagamento é calculada através das fórmulas dos índices de liquidez. Sendo que elas são representadas pelo coeficiente entre os ativos e os passivos da empresa.

É importante ressaltar que os dados utilizados para a elaboração desses cálculos estão disponíveis no balanço patrimonial da empresa. Com isso, é fundamental que o balanço seja feito da forma correta. Além disso, ele deve ser atualizado constantemente. Somente assim, esses cálculos estarão condizentes com a realidade do negócio.

Tipos de Índices de Liquidez

Existem alguns tipos de Índices de Liquidez diferentes. Cada um deles levam em consideração diferentes tipos de ativos e passivos. Entretanto, para se ter uma visão completa da situação de endividamento de uma empresa, é preciso levar em conta todas as fórmulas.

Atualmente, os contadores trabalham com quatro tipos de Índices de Liquidez. Sendo que, cada um deles é aplicado com um determinado objetivo e leva em consideração dados diferentes.

Os tipos de Índices de Liquidez são:

- Índice de Liquidez Corrente;

- Índice de Liquidez Geral;

- Índice de Liquidez Imediata;

- Índice de Liquidez Seca.

Fórmula do Índice Liquidez Corrente

Esse tipo de liquidez calcula a possibilidade que a empresa tem de pagar suas contas em curto prazo. Por isso, leva em consideração o Ativo Circulante (soma do caixa, estoque, vendas a prazo e saldos bancários) e o Passivo Circulante (soma dos gastos com fornecedores, folhas de pagamento, impostos, empréstimos e financiamentos).

Com isso, a fórmula da liquidez corrente é a razão entre o Ativo Circulante e o Passivo Circulante:

Liquidez Corrente= Ativo Circulante Passivo Circulante

Fórmula do Índice de Liquidez Seca

Essa fórmula é parecida com a da Liquidez Corrente, entretanto, a Liquidez Seca não leva em conta o valor do estoque da empresa. Sendo assim, o Índice de Liquidez Seca também pode ser utilizado para calcular a capacidade de solvência em curto prazo.

Dessa forma, a fórmula desse tipo de liquidez é a seguinte:

Liquidez Seca= (Ativo Circulante -Estoque) Passivo Circulante

Fórmula do Índice de Liquidez Imediata

A Liquidez Imediata é o mais conservador de todos os índices de liquidez, já que para fazer seu cálculo levam-se em consideração apenas os valores disponíveis para a empresa, de acordo com o balanço patrimonial.

Dessa forma, a fórmula usa os valores referentes à quantidade de dinheiro em caixa, o saldo das contas bancárias e as aplicações financeiras de curto prazo. Quanto aos passivos, são levados em consideração todos os vencimentos sob responsabilidade da empresa.

Sendo assim, nem os valores referentes ao estoque, nem as vendas a prazo são levadas em consideração no momento de fazer as contas. Portanto, esse índice é o mais volátil dos quatros, já que o valor do saldo disponível varia constantemente.

Com isso, a fórmula do Índice de Liquidez Imediata fica da seguinte forma:

Liquidez Imediata = Saldo Disponível Passivo Circulante

Fórmula de Índice de Liquidez Geral

O Índice de Liquidez Geral é aquele usado quando se quer conhecer a capacidade de solvência de uma empresa em longo prazo. Sendo assim, além dos dados utilizados no cálculo da Liquidez Corrente, também são incluídos na conta os realizáveis e os exigíveis, ambos em longo prazo.

Se levarmos em consideração apenas a Liquidez Geral, ela não se mostra muito útil. Já que os dados podem levar a falsas interpretações. Por exemplo, se uma empresa fez um financiamento em longo prazo para modernizar sua estrutura, o ativo necessário para o pagamento entrará no caixa com o tempo.

Durante a realização do cálculo da Liquidez Geral será levado em conta o valor do financiamento, mas o dinheiro para o pagamento ainda entrará em caixa. Portanto, o resultado será negativo, porém não irá indicar uma situação financeira ruim.

Entretanto, quando é feita uma análise da série histórica dos Índices de Liquidez Geral, é possível perceber se a empresa ganhou ou perdeu sua capacidade de solvência ao longo dos anos.

Com isso, a fórmula para fazer o cálculo do Índice de Liquidez Geral é a seguinte:

Liquidez Geral = (Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo)(Passivo Circulante + Passivo Não Circulante)

Analisando os Resultados das Fórmulas de Índices de Liquidez

Para fazer as interpretações corretas do endividamento, é necessário considerar, além do índice de liquidez, o setor de atividade no qual a empresa atua e a média dos índices dos outros negócios do mesmo ramo.

Levando em conta apenas os resultados das fórmulas de índices de liquidez, é possível encontrar três resultados possíveis:

- Resultado de liquidez maior do que 1: isso indica que a empresa consegue arcar com suas obrigações sem maiores problemas. Isso significa que os ativos são maiores que os passivos.

- Resultados de liquidez igual a 1: isso indica que a empresa consegue arcar com seus débitos, entretanto o valor dos passivos e dos ativos é igual. Dessa forma, é possível inferir que o negócio está em uma situação delicada.

- Resultados de liquidez menores que 1: quando a razão entre ativos e passivos é menor que 1, isso mostra que a empresa não tem fundos para quitar suas dívidas. Sendo assim, os passivos são maiores que os ativos e a empresa está operando em déficit.

Seguindo esses resultados, é possível afirmar que: quanto maior forem os resultados do Índice de Liquidez, mais saúde financeira a empresa terá e, consequentemente, menor será o seu endividamento.

Alguns De Nossos Vídeos No Youtube
Recuperação Judicial da Kodak
Recuperação Judicial da Chrysler
Recuperação Judicial da Kmart

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!