Logotipo Da Fórmula de Gestão

Atuação Nacional

Saiba Tudo Sobre SPC Serasa Blindado

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Fórmula de Gestão(11)9.8834-4926
Fundador

Há uma grande satisfação emocional e obrigação moral nessa função. Álvaro, quando mais jovem viu seu pai falir duas empresas que foram bem sucedidas e tristemente o viu também sucumbir com a queda dos seus negócios. A impotência na época diante da situação o motivou a buscar aprender e investir em ser capaz de auxiliar os empresários que passam por momentos difíceis, momentos que podem atingir um estágio crítico.

Por isso, nosso CEO, Álvaro Marcos, acumulou conhecimento e experiências ao longo de 10 anos para tornar-se um especialista em gestão de empresas em crise.

Alvaro Marcos - Fundador da Fórmula de Gestão
Contato
Oportunidades

Atualmente, o número de casos de golpes na internet e em lojas físicas vem crescendo de maneira assustadora. Em média, a cada cinco segundos, pelo menos uma organização que atua no mercado online é atingido por alguma prática ilegal. Esse dado foi divulgado por um estudo da empresa Konduto, companhia que possui especialização em segurança virtual. Diante disso, é cada vez mais importante que os consumidores procurem alternativas eficazes para ter seu nome blindado na Serasa.

No momento de contratar serviços, a atenção precisa ser redobrada. Não peça auxílio a alguém desconhecido, de maneira que tenham acesso a seus documentos, por exemplo. Tal medida tem como objetivo evitar danos quase irreparáveis que envolvam seus dados pessoais. Assim também, servirá para impedir que sejam realizadas operações ilegais com o seu nome. Um exemplo seria a contratação de serviços sem o seu consentimento, causando-lhe prejuízos.

Fique atento aos links que você recebe

Outra atitude importante é sempre verificar se os links enviados para você pertencem ao site oficial de determinada instituição. Logo, essa atitude irá ajudá-lo a não acessar qualquer link que foi compartilhado, prevenindo de possíveis vírus e roubos de dados. Normalmente, isso acontece com promoções exorbitantes e ofertas de serviços fora do comum, por exemplo.

O estelionatário busca chamar a atenção de suas vítimas, fazendo-as fornecerem informações pessoais, como CPF e identidade. Para isso, as suas vítimas fazem cadastros que pedem diversos dados para efetivar o suposto benefício. Elas, por sua vez, não deveriam ter entrado nesses links sem o devido cuidado e precaução. Então, procure blindar o seu nome na Serasa, conservando seus dados pessoais.

Mantenha os seus dispositivos seguros

Também é necessário que não sejam baixados arquivos como aplicativos, vídeos e fotos que forneçam vantagens ilegais ou suspeitas. Caso isso ocorra, seus dados poderão ser roubados ao acessar outros sites, mesmo que eles sejam confiáveis.

Logo, utilize antivírus em seu dispositivo e outros métodos de prevenção semelhantes. Eles são essenciais para detectar alguma atividade suspeita que tenha passado despercebido.

Não ceda às chantagens dos estelionatários

Da mesma forma, bloqueie o contato de pessoas que mandarem mensagens com sinais nítidos de ser um golpe. Há vários casos mais graves em que elas simulam pertencer à família ou ser alguma figura pública pedindo ajuda. Nessas situações, é importante denunciar a situação às autoridades competentes, mas nunca atender a chantagem desses criminosos.

Em relações às mensagens suspeitas, analise se há alguma informação desatualizada ou se possui qualquer erro gramatical. Assim como se houver conteúdos que não estão de acordo com as políticas da empresa. Essas e outras características também indicam que não é confiável clicar em seus links ou preencher os formulários apresentados.

Muitas companhias ficam sujeitas a crises econômicas e até mesmo a falência por causa de ações de estelionatários. Acesse o nosso site e saiba como atuamos na recuperação de empresas prestes a decretar falência. Conheça nossas ferramentas que irão ajudá-lo na recuperação urgente de seu negócio!

Atitudes dos golpistas para negativar o seu nome na Serasa

Os criminosos costumam realizar financiamentos de carros, além de compras no cartão de crédito ou débito de quem tem seus dados roubados. Logo, quando os clientes verificam seu saldo na conta ou seu nome no Serasa, percebem que foram vítimas de golpe.

Nos casos em que a pessoa tinha um histórico de bom pagador, eles podem obter acesso a valores altos por meio de análises de crédito ou empréstimos. Assim, a pessoa que teve seu número de CPF roubado, fica negativado na Serasa e impossibilitado de realizar outras operações.

Diante disso, muitas empresas que oferecem margens de crédito para os consumidores adotaram medidas extras de segurança. Entre elas, está a necessidade de tirar uma foto de si mesmo durante o procedimento cadastral. Com isso, poderá comparar com a que o documento de identificação apresenta. Assim, há aquelas que pedem a assinatura eletrônica durante as etapas, além de outras essenciais.

Além disso, as empresas prestadoras de outros serviços também são vítimas de perfis falsos, criados com informações de terceiros. Dessa maneira, as operadoras de telefonia são as que mais sofrem com esse problema. Em seguida, os fraudadores causam prejuízos no setor de serviços diversos, em bancos, instituições financeiras e no mercado varejista.

Outros métodos que os criminosos utilizam para aplicar golpes

Já os golpistas estão desenvolvendo a cada dia métodos diferentes que os tradicionais, com o objetivo de conseguir alguma vantagem. Por exemplo, a vítima recebe uma mensagem no celular ou uma ligação para recadastrar seus dados pessoais e bancários.

Caso contrário, supostamente ela receberia uma multa do banco, o que induz o correntista a inserir suas informações. Sem ele perceber, elas são enviadas para um banco de dados malicioso e os valores depositados em sua conta são transferidos para o criminoso.

Outra técnica utilizada para roubar o CPF do consumidor e demais informações pessoais é a do falso motoboy. Neste caso, a pessoa recebe uma ligação de alguém que se passa por um funcionário do banco. Após isso, ele informa que o cartão de crédito ou de débito foi clonado, passando instruções sobre isso.

Logo, o estelionatário solicita dados do cliente para realizar o falso cancelamento de supostas operações financeiras irregulares. Entre as informações, são requisitados o CPF, o número do cartão, além da senha e o código de verificação. Além disso, o golpista orienta a pessoa para cortar em pedaços o cartão, pois enviará uma pessoa na casa dela para pegar o cartão cortado.

Por outro lado, ela não sabe que se trata de um golpe para obter o chip, que ficará intacto. Dessa maneira, o criminoso poderá clonar de fato o seu cartão, conseguindo até mesmo sacar dinheiro.

Os idosos são o principal alvo

Também há o golpe que envolve um suposto pagamento de aposentadoria que a vítima teria direito a receber. Logo, ele finge ser alguém que trabalha no INSS e que a pessoa possui valores atrasados que a pessoa ainda não retirou.

Porém, para obter esse dinheiro, ela deveria supostamente depositar um percentual na conta informada pelo golpista. Da mesma maneira, ele pede os seus documentos para poder dar prosseguimento na operação, que na realidade é um golpe.

Assim também, existem outros estelionatários que atuam com a venda direta de produtos específicos, como colchão. Nessa situação, os principais alvos também são os idosos, que recebem propostas de empréstimos exorbitantes para comprar determinados produtos. Naquele momento, a vítima pensa que está fazendo um bom negócio, porém depois descobre que foi enganada.

Acesse agora o nosso site e encontre as melhores ferramentas para a recuperação financeira de seu empreendimento. Saiba como superar golpes de estelionatários e alcançar maiores patamares em seu negócio.

Alguns De Nossos Vídeos No Youtube
Recuperação Judicial da Kodak
Recuperação Judicial da Chrysler
Recuperação Judicial da Kmart

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!