Logotipo Da Fórmula de Gestão

Atuação Nacional

Dez Medidas Para Evitar a Falência em Um Cenário de Crise

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Fórmula de Gestão(11)9.8834-4926
Fundador

Há uma grande satisfação emocional e obrigação moral nessa função. Álvaro, quando mais jovem viu seu pai falir duas empresas que foram bem sucedidas e tristemente o viu também sucumbir com a queda dos seus negócios. A impotência na época diante da situação o motivou a buscar aprender e investir em ser capaz de auxiliar os empresários que passam por momentos difíceis, momentos que podem atingir um estágio crítico.

Por isso, nosso CEO, Álvaro Marcos, acumulou conhecimento e experiências ao longo de 10 anos para tornar-se um especialista em gestão de empresas em crise.

Alvaro Marcos - Fundador da Fórmula de Gestão
Contato
Oportunidades

Diversas organizações, especialmente as pequenas empresas, sentem grande dificuldade em atravessar períodos de crise. Dessa forma, ficam mais suscetíveis a falência. Além disso, atualmente, as empresas estão atravessando um período complexo, devido a pandemia do COVID-19, o que mudou completamente a forma de fazer negócios.

Por isso, neste artigo, vamos abordar 10 medidas para evitar a falência diante de um cenário de crise, seja ele qual for.

10 medidas para evitar a falência diante de um cenário de crise

Esse é um momento complexo para o contexto mundial. No entanto, as pequenas empresas tendem a sofrer mais diante de um cenário de crise. Mas, isso não é motivo para perder as esperanças. Portanto, acompanhe as soluções.

1. Economia em primeiro lugar

Pode parecer óbvio, mas, é preciso ressaltar: ponha em prática um plano eficaz para economizar dinheiro. E, caso você não disponha de um plano, é bom começar a pensar um agora.

Tenha em mente que as ações iniciais geram impactos significativos nas ações posteriores.

E de que forma você pode economizar? O primeiro passo é entrar em contato com seus credores para renegociar os termos e com isso conseguir um alívio no prazo. Ademais, se fomos pegar de exemplo do COVID-19, as agências governamentais anunciaram vários programas de assistência, o que facilita para os credores as conversas com as pequenas empresas.

Além disso, diante da pandemia, você pode (e deve) entrar em contato com seus fornecedores para confirmar a continuidade do fornecimento e negociar melhores propostas.

2. Receita reduzida

É preciso compreender que em qualquer cenário de crise é provável que sua empresa atue com a receita reduzida. A menos que você forneça um produto e/ou serviço indispensável.

Se esse não for seu caso, é provável que sua receita total seja adiada por pelo menos seis meses ou mais. Portanto, você precisa elencar estratégias financeiras que contemplem o orçamento atual.

3. Descontos são fundamentais

No geral, as empresas utilizam descontos para promover o tráfego na loja, no entanto, diante de um cenário de crise, é importante ter consciência de que seus clientes podem ter suas horas de trabalho reduzidas ou até mesmo estarem desempregados.

Sendo assim, qualquer possibilidade de desconto que auxilie os clientes a gerenciar melhor suas despesas, ainda que por um curto período, certamente surtirá um efeito benéfico para o seu negócio. Dessa forma, você também investe no relacionamento com os clientes, tornando-os leais em longo prazo.

4. Identifique oportunidades

Em todo cenário de crise, surgem novas oportunidades. Se tomarmos o COVID-19 como exemplo, é crucial que você identifique pontos que podem ser alterados e podem, ainda, ajudar a solucionar o problema do COVID-19.

Por exemplo, a GM fechou algumas fábricas, ainda assim, eles estão pesquisando como fabricar ventiladores e respiradores para auxiliar na pandemia.

Embora a dificuldade econômica afete pequenas e grandes empresas, ainda existem algumas oportunidades, especialmente para empresas diretas ao consumidor. Sendo assim, concentre-se em vender algo que melhora a vida dos seus consumidores em um período difícil, seja ele qual for.

5. Redução do essencial

Embora seja uma decisão complexa e difícil, é crucial garantir a sobrevivência do negócio. Por isso, muitas empresas terão que reduzir o essencial. Ou seja, pode ser que seja preciso reduzir os salários, cortar gastos na área de marketing e vendas até que seus clientes voltem ao trabalho e retornem as compras.

Vale ressaltar mais uma vez: qualquer ação que reduza seus prejuízos no inicio terá um impacto duradouro no saldo de caixa posterior.

No entanto, pode ser complicado elencar qual a medida correta a se tomar. Por isso, estamos aqui para auxiliá-lo neste momento tão delicado. Saiba que nós atuamos com recuperação de empresas em falência.

6. Fale com seu pessoal

Diante de um cenário de crise, a honestidade é a palavra-chave. Converse honestamente com seus funcionários sobre o que será necessário fazer para mantê-los na folha de pagamento.

A comunicação é fundamental, especialmente para fortalecer o vínculo entre o funcionário e a empresa.

7. Verifique suas reservas e seguros

Essa é hora de conversar com seu contador ou você mesmo analisar o fluxo de caixa e reservas e como elas podem (e devem) ser usadas.

Aliás, é importante verificar sua apólice de seguro para analisar se há algo que pode ser coberto em termos de perda de renda. Inclusive, diante do cenário atual, vale analisar se o seu seguro cobre pandemias.

8. Liste possíveis impactos nos seus negócios

É importante ter uma base na qual se apoiar. Portanto, estime o impacto financeiro que a crise promove nos seus negócios e, a partir delas, desenvolva estratégias.

As empresas, no geral, sofrem impactos nas seguintes áreas:

Vendas: especialmente se você não tem uma forte presença online;

Disponibilidade de pessoal: com a redução na carga horária e/ou de mão de obra;

Finanças: principalmente se suas reservas de caixa forem baixas.

No entanto, se sua empresa já estiver sido impactada, comece a lista listando quais são esses impactos.

9. Aumentar as vendas online

Se tomarmos como exemplo o COVID-19 é crucial começar a vender online ou aumentar a quantidade das suas vendas online. Portanto, é hora de investir em diferentes plataformas online para elencar o que é adequado para as necessidades dos negócios.

Portanto, revise a melhor forma de entregar seus produtos para o cliente, e esse conselho vale para qualquer crise. Além disso, a opção online ganha ainda mais força caso sua organização precise fechar alguns pontos físicos.

9. Se você se encontra em dificuldades financeiras, procure aconselhamento profissional o quanto antes

Durante uma crise, questione-se regularmente:

• Sua empresa é capaz de arcar com suas obrigações fiscais, trabalhistas, entre outros compromissos financeiros?

• Você dispõe de reservas financeiras adequadas para cobrir dívidas que podem surgir nos próximos meses?

Se você souber não souber como responder a essas perguntas, então, está na hora de procurar aconselhamento profissional. E não é qualquer ajuda, pois, uma crise é uma situação delicada. Portanto, é importante dispor de uma equipe qualificada capaz de gerenciar seus recursos em tempos delicados.

E, se esse for seu caso, saiba que estamos a disposição para te auxiliar neste processo por meio de soluções inovadoras.

Alguns De Nossos Vídeos No Youtube
Recuperação Judicial da Kodak
Recuperação Judicial da Chrysler
Recuperação Judicial da Kmart

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!